Entidades brasileiras que constroem o Fórum Social Mundial de 2018, em Salvador, na Bahia, em março, rumam neste momento para Porto Alegre onde se somam às organizações históricas do fórum no Rio Grande Sul. Elas denunciam a conjuntura mundial de destruição de economias nacionais, desestabilização e golpes contra governos democráticos para subordinação dos países às elites globais.

Os fatos brasileiros podem determinar o futuro das democracias latinoamericanos e colocar sobre os movimentos sociais e partidos de esquerda o peso histórico de defendê-las de forma dramática contra as forças das elites internacionais predatórias.

Jussara Cony, representante do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) no FSM informa sobre a organização do evento e convoca para a ação anti-Davos. Ouça!

Foto Jussara Cony (Cebrapaz)

Jussara Cony

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Contato

Deixe uma mensagem e etornaremos o mais rápido possível. You can send us an email and we'll get back to you, asap./puede enviarnos un correo electrónico y nos comunicaremos con usted lo antes posible./vous pouvez nous envoyer un email et nous reviendrons vers vous, dès que possible.

Enviando
Select your currency
BRL Real brasileiro
EUR Euro

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account