Carte non disponible

Titre Comitê politicas culturais

Thème - Territoire Av. Sete de Setembro, 2340 - Corredor da Vitória

Slogan L’art avant qu’il ne soit trop tard

Descrição / Relato

COMITÊ FORMADO POR ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL E MOVIMENTOS SOCIAIS PARA PARTICIPAÇÃO NO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL
CEC – Território Cultural do Fórum Social Mundial 2018
“Resistir é criar – Resistir é transformar”
ENTIDADES COMPONENTES DO COMITÊ: Movimento Social dos Povos Brasileiros – Organização Filhos do Mundo /TV Kirimurê – Instituto Hori – ITEIA – Rede Colaborativa de Cultura, Arte e informação, Comissão Estadual dos Pontos de Cultura, Fórum de Cultura da Bahia e Verde trem.
Missão: INTERCÂMBIO
Palavras-chave: Identidade, territorialidade e liberdade de expressão.
Objetivo: Participação no FSM para fortalecer articulação com os agentes culturais, a exemplo da Rede Nacional de Conselheiros, Fórum de Cultura da Bahia; Itéia: Rede Colaborativa de Cultura, Rede de Bibliotecas Comunitárias, Arte e Informação e a Comissão Estadual dos Pontos de Cultura
Tema prioritário: Políticas Públicas Culturais.
Outros temas: Censura : liberdade de criação e expressão artístico-cultural

PROGRAMAÇÃO: de 13 a 17 de março de 2018
13 de Março – 17h
17h – Marcha de Abertura do Fórum Social Mundial ( Concentração no Campo Grande)

14 de Março – 08h/18h
Manhã: 09 às 12h

Local MAB – Museu de Arte da Bahia – Avenida Sete de Setembro, n° 2340, Corredor da Vitória, Salvador – Bahia.

08 às 09h: Credenciamento
09h às 11h: Análise de Conjuntura da Situação do Brasil à luz das Políticas Públicas de Cultura
Palestrantes:
 Juca Ferreira – Secretário de Cultura de Belo Horizonte/MG e Ex-Ministro de Cultura do Brasil

 Albino Rubim – Pesquisador em Cultura e Sociedade e Ex-Secretário de Cultura da Bahia e Ex- Presidente do Conselho Estadual de Cultura

Mediador:

 Emílio Tapioca (Presidente do Conselho de Cultura da Bahia)

11h15min – 12h: Conversa com o Artista/ Visitação à exposição – Local: MAB
 Artista: Renato da Silveira
Exposição: “A peleja da Galera Omô Loldô contra o Condado Brasiliense”.

Tarde: 14h às 17:30h
14h – Plenária de Posse dos Conselheiros e Conselheiras de Cultura da Bahia – eleição 2018

 Fala da Secretária de Cultura da Bahia – Arany Santana

 Fala da Mesa Diretora – Emílio Tapioca (Presidente do CEC/BA) e Ana Vaneska (Vice-presidente do CEC/BA).

15h30- Apresentação do Projeto Cultura Legal – Ministério Público
“Fortalecimento dos Sistemas Municipais de Cultura”
 Fala do Conselheiro Estadual de Cultura e Promotor Público da Bahia / MPE – Edvaldo Vivas

16h15 – “220 anos da Revolta de Búzios” – Comissão Organizadora
 Fala do Conselheiro Estadual de Cultura e Diretor Geral da Fundação Pedro Calmon (FPC) – Zulú Araújo

16h45 – Setorial das Artes: Planos Setoriais

 Fala do Conselheiro Estadual de Cultura da Bahia – Fernando Teixeira

17h15 – Gestão FUNCEB

 Fala da Conselheira Estadual de Cultura e Diretora da FUNCEB – Renata Dias

15 de Março – 9hs/17h30h
Local MAB – Museu de Arte da Bahia – Avenida Sete de Setembro, n° 2340, Corredor da Vitória, Salvador – Bahia.

Manhã: 9h – 11h30min
OS DESAFIOS DA LEI CULTURA VIVA
Palestrantes:
 Lula Dantas – Comissão Nacional dos Pontos de Cultura

 Pedro Jatobá – Iteia: Rede Colaborativa de Cultura, Arte e Informação.

 Mediação: Helder Bonfim – Fórum de Cultura da Bahia

À tarde: 13hs – 17hs
13h – O Papel dos Conselhos de Cultura –

Apresentação: Emílio Tapioca

Palestrantes:
 Pawlo Cidade – Secretário de Cultura de Ilhéus

 Aurélio Schommer– Conselheiro Estadual de Cultura da Bahia. – CEC

 Mestre Paulão Kikongo – Conselheiro Nacional de Política Cultural (CNPC), Estadual de Cultura do Rio de Janeiro e Conselheiro Municipal de Guapirimirim (RJ), jornalista, graduado em Direito pela UCAM/RJ, pósgraduado em Patrimônio, Direitos Culturais e Cidadania pela NDH/UFG, mestrado em Patrimônio, Cultura e Sociedade pelo PPGPaCS/IM/UFRRJ, mestre de Capoeira

Mediação:
 Ana Vaneska – Conselheira estadual de Cultura – Vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura da Bahia / Presidente da Câmara Técnica de Patrimônio.

15h – Dança e Identidade
 Alunos da Escola de Dança da FUNCEB-
 Apresentação de 4 (quatro) performance
 Bate papo

16h – Fala Sociedade
 Rede Nacional das Bibliotecas Comunitárias

 Pedra de Bendegó – Conselheiro Estadual de Cultura – Carlos Silva

 Verde Trem – Gilson Jesus Vieira

 Boca de Brasa – Douglas Almeida / Edilson Dias

16 de Março – 9hs – 18hs

Local MAB – Museu de Arte da Bahia – Avenida Sete de Setembro, n° 2340, Corredor da Vitória, Salvador – Bahia.

9h – 12h
 Assembleia das Mulheres – UFBA
À tarde 13h – 18h
13h – Patrimônio em Movimento
Apresentação: | Ana Vaneska – Vice Presidente do Conselho Estadual de Cultura / Presidente da Câmara Técnica de Patrimônio

Palestrantes:
 Eugenio Lins – Arquiteto, Doutor em História das Artes pela universidade do Porto/Portugal, Superintendente do IPHAN Bahia 2004/2007, Coordenador do INRC da Chapada Diamantina.

 João Carlos Cruz de Oliveira – Conselheiro Estadual de Cultura / CEC – Diretor Geral do IPAC – Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Mediador:
 Mateus Torres – Conselheiro Estadual de Cultura / CEC – Coordenador de Preservação e Fomento do CCPI – Centro de Culturas populares e Identitárias.

15h00 – Povos e Comunidades Tradicionais – Educação Ante-Racista
Palestrante:
 Francisco Nascimento – Conselheiro Estadual de Cultura e Mestrando em Ensino e Relações Étnico – Raciais – UFSB, membro do Terreiro Bantu/Indígena Caxuté

Mediadora:
 Suely Mello – Conselheira Estadual de Cultura / Comissão Estadual dos Pontos de Cultura

16h00 – Capoeira e Gestão Sócio Cultural – Roda de Conversa
Palestrantes:
 Mestre Balão – Mestre de Capoeira e empreendedor sócio, cultural e esportivo. Fundador do CTE Capoeiragem e Presidente do Instituto CTE Capoeiragem.

 Lucas Seara – Advogado. Mestre em Desenvolvimento e Gestão Social pela UFBA. Consultor com experiência em organizações da sociedade civil, em organismos internacionais e na gestão pública. Atualmente Coordena a Plataforma OSC LEGAL.

Mediadora:
 Maria Paula Fernandes Adinolfi – Antropóloga do IPHAN / Coordenadora da Salvaguarda da Capoeira na Bahia
17h – 19h – Porque o Samba nasceu foi na Bahia
Palestrantes:
 Rosildo Rosário – Membro fundador do Grupo Cultural Chegança Fragata Brasileira da cidade de Saubara. . Professor da rede pública nas cidades de Saubara e Santo Amaro, pedagogo formado pela Universidade Estadual de Feira de Santana, Especialista em História e Cultura Afro Brasileira.

 Alexnaldo dos Santos – Coordenador geral da ASSEBA – Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia onde atua como sambador, oficineiro, e produtor cultural do grupo.

Mediador:
 Cristiano Pedreira – Representante do Instituto Hori / Associação Comunitária e Recreativa do Afoxé Filhos do Congo

Data/hora
Date(s) - 14/03/2018 - 16/03/2018
ALL DAY .

Localização
MAB - Museu de Arte da Bahia

Profil


Contato

Deixe uma mensagem e etornaremos o mais rápido possível. You can send us an email and we'll get back to you, asap./puede enviarnos un correo electrónico y nos comunicaremos con usted lo antes posible./vous pouvez nous envoyer un email et nous reviendrons vers vous, dès que possible.

En cours d’envoi
Select your currency
BRL Réal brésilien
EUR Euro

Vous connecter avec vos identifiants

ou    

Vous avez oublié vos informations ?

Create Account