Carte non disponible

Titre RODA DE CONVERSA: A EDUCAÇÃO POPULAR E OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO POLÍTICA NA AMÉRICA LATINA E NO CARIBE

Thème - Territoire

Slogan La vie n’est pas une marchandise, Para outro mundo possível outra educação é necessária!

Descrição / Relato

RODA DE CONVERSA
A EDUCAÇÃO POPULAR E OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO POLÍTICA NA AMÉRICA LATINA E NO CARIBE

A América Latina e o Caribe, ao longo dos últimos cinco séculos, têm se constituído em um território marcado pela dominação colonial, pela exploração do trabalho e dos recursos naturais e por profunda assimetria nas relações entre diferentes grupos sociais, motivada por fatores de classe social, gênero, raça, etnia e outros.
O regime colonial imposto a este grande território implantou-se em intricada relação a outros padrões de poder historicamente conhecidos, como o capitalismo, o racismo e o patriarcado, gerando uma estrutura social marcadamente desigual, assentada no privilégio, na violência, no latifúndio e na negação de direitos para as classes subalternas.
Em contrapartida a estas relações de dominação, a resposta histórica das classes e grupos subalternos em nosso continente tem sido a resistência e a luta social, de que são protagonistas os/as trabalhadores/as urbanos/as e rurais, as mulheres, os/as indígenas/as, os/as negros/as, os/as quilombolas/as, enfim, o conjunto de todos/as aqueles/as que fazem de sua vida um processo de luta por justiça e igualdade social.
É neste contexto que situamos a Educação Popular, inspirada em Paulo Freire, como um movimento de resistência em favor dos setores populares. Superando o discurso positivista da neutralidade, a Educação Popular se afirma como educação política, intencionada a gerar espaços críticos de reflexão sobre a realidade e mobilizar as classes populares para a luta contra as opressões.
Desde o Conselho de Educação Popular da América Latina e do Caribe (CEAAL), movimento de educação popular e de educadores e educadoras populares, com atuação de mais de 35 anos em mais de 20 países deste continente, consideramos que o contexto atual – marcado pelo aprofundamento das injustiças sociais, em decorrência da restauração conservadora das forças neoliberais e de direita – nos convoca a aprofundar e atualizar o legado da Educação Popular como processo de formação política.
Neste sentido, considerando ser o Fórum Social Mundial uma plataforma de articulação de organizações e movimentos de resistência contra o avanço do neoliberalismo, propomos como atividade autogestionada uma roda de conversa com o tema “A educação popular e os desafios da formação política na América Latina e no Caribe”, visando discutir quais são as implicações e os desafios para uma estratégia de formação política capaz de responder às interpelações que nos faz o contexto atual latino-americano e caribenho e fortalecer os processos de luta das classes populares.
A roda de conversa está dirigida a todos os movimentos sociais e pessoas interessadas na temática, com especial interesse em reunir educadores populares e lutadores sociais que em distintos formatos e lugares deste continente desenvolvem processos de formação política inspirados no legado político-pedagógico da Educação Popular.
Trata-se de uma atividade convocada pelo CEAAL, por meio de uma de suas entidades filiadas, o Núcleo de Educação Popular Paulo Freire (NEP), de Belém, Pará. É organizada por João Colares da Mota Neto (Brasil), Veronica Del Cid (Guatemala) e Pedro de Carvalho Pontual (Brasil).

João Colares da Mota Neto
Professor da Universidade do Estado do Pará. Doutor em Educação pela Universidade Federal do Pará. Coordenador adjunto da Cátedra Paulo Freire da Amazônia. Pesquisador do Núcleo de Educação Popular Paulo Freire. Integrante da coordenação colegiada do CEAAL – Coletivo Brasil

Veronica Del Cid
Educadora popular da Guatemala, vinculada à Red Alforja. Integra a equipe coordenadora da região centro-americana do CEAAL.

Pedro de Carvalho Pontual
Educador popular e Doutor em Educação pela PUC-SP. Atua desde os anos 70 junto a diversos movimentos sociais no Brasil, destacando-se o Instituto Cajamar de 1986 a 1997. Foi Presidente do CEAAL de 2001 a 2008 e hoje é um de seus presidentes honorários.

Convoca: Conselho de Educação Popular da América Latina e do Caribe / Núcleo de Educação Popular Paulo Freire.
Data: 14 de março de 2018
Turno: Tarde

Data/hora
Date(s) - 14/03/2018
15:00 - 18:00 .

Profil


Contato

Deixe uma mensagem e etornaremos o mais rápido possível. You can send us an email and we'll get back to you, asap./puede enviarnos un correo electrónico y nos comunicaremos con usted lo antes posible./vous pouvez nous envoyer un email et nous reviendrons vers vous, dès que possible.

En cours d’envoi
Select your currency
BRL Réal brésilien
EUR Euro

Vous connecter avec vos identifiants

ou    

Vous avez oublié vos informations ?

Create Account