Histórico –  O Fórum Social Mundial nasceu  em 2001 por organizações e movimentos sociais que, a partir de uma proposta inicial, se auto-convocaram e mobilizaram para um grande encontro em Porto Alegre, em contraposição ao neoliberalismo representado pelo Fórum Econômico Mundial, que ocorria ao mesmo tempo em Davos, na Suiça.

Os acontecimentos mundiais que sucederam ao primeiro FSM chocaram-se com os anseios de paz da humanidade. No mesmo ano 2001 vieram abaixo as Torres Gêmeas. E em nome de combater o terrorismo, o Ocidente capitaneado pelos EUA passou a justificar novas guerras e semear novas formas de terror, a estigmatizar povos inteiros por suas etnias e culturas e a perseguir violentamente os imigrantes. Armou-se sem hesitar para combater justamente a diversidade que o FSM nasceu para celebrar.

Contra tudo isso, as lutas reunidas no FSM conseguiram impulsionar mudanças e apontar caminhos. hoje seriamente ameaçados. Na América Latina, em especial, foram possíveis experiências mais democráticas, de ascensão de forças populares, de indígenas e trabalhadores, ou mais progressistas, aos governos. E contra as quais também se organizaram todas as forças conservadoras.

Com as primeiras edições em Porto Alegre (2001, 2202, 2003 e 2005), o FSM percorreu o mundo com encontros em Mumbai, Caracas, Karashi, Bamako, Nairobi, Belém, Dacar, Tunis e Montreal. Além de edições temáticas, regionais, continentais.

Ao Norte da África, a construção de duas edições mundiais foi parte dos acontecimentos da chamada Primavera Árabe. No Canadá, têve pela primeira vez sua realização em um país do Norte, com forte protagonismo da juventude.

O FSM volta ao Brasil após uma fase de intensos debates sobre o futuro das lutas sociais e do próprio processo FSM, com a perspectiva de servir aos movimentos de resistência contra o avanço das forças neoliberais e suas investidas contra as jovens democracias na América Latina.  Próxima etapa: março de 2018.

 

Leia também a Carta de Princípios do Fórum Social Mundial

 

3 Comentários
  1. Artha Ratna Tuladhar 10 meses atrás

    Another World – a peaceful and harmonious world is definitely possible with just a small change in the perceptions of people in power and those who aspire to lead mankind. I believe the World Social Forum provides that platform and environment.

    Please keep me in the loop.

  2. Smithe184 8 meses atrás

    It is rare for me to uncover something on the web thats as entertaining and intriguing as what you have got here. Your page is sweet, your graphics are great, and whats much more, you use source that are relevant to what youre saying. That you are undoubtedly one in a million, well done! ddggabegfefadbae

  3. Pierre 8 meses atrás

    La carta de prinicipio es el documento clave en el proceso FSM y es bueno poder intercambiar entre participantes en el proceso sobre como la leemos
    Aqui esta una “coloreacion” de la carta de principios http://openfsm.net/projects/ic-methodology/charter-fsm-wsf-es-colorized
    Los colores distinguen 4 tipos de contenidos en los 14 articulos de la carta
    DEFINICIONES SINTETICAS del proceso FSM : lo que es , lo que no es >> en amarillo
    VALORES Y METAS DE LOS PARTICIPANTES en el proceso FSM >> en anaranjado
    ACCIONES ALTERNATIVAS / INICIATIVAS DE LOS PARTICIPANTES para otro mundo posible >> en azul
    PARA QUE SIRVE el PROCESO FORO Y COMO FUNCIONA >> en roseado
    Esta coloreacion puede servir como punto de partida para inercambios sobre la carta

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Contato

Deixe uma mensagem e etornaremos o mais rápido possível. You can send us an email and we'll get back to you, asap./puede enviarnos un correo electrónico y nos comunicaremos con usted lo antes posible./vous pouvez nous envoyer un email et nous reviendrons vers vous, dès que possible.

Enviando
Select your currency
EUR Euro

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account