الخريطة غير متوفرة

Titre (Português) Convergência Interlocuções 2 – Universidade, sociedade, pensamento crítico e comunicação estratégica

Thème - Territoire

Slogan LOCAL : Sala dos Conselhos da Reitoria da UFBA - Bairro Canela, Para outro mundo possível - outra comunicação é necessária

Descrição / Relato

عفوا، هذه المدخلة موجودة فقط في البرتغالية البرازيلية و الإسبانية الأوروبية. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in this site default language. You may click one of the links to switch the site language to another available language.

Após a mesa de debates do primeiro dia, o Fórium Social Mundial 2018 e a UFBA deram lugar à Reunião do Conselho Curador – cassado – da Empresa Brasil de Comunicação, cujo relato segue:

A terceira reunião de resistência do Conselho Curador cassado ocorreu no dia 15 de março, em Salvador, como atividade paralela ao Fórum Social Mundial, na reitoria da UFBA.
Estiveram presentes a presidenta, Rita Freire, a vice-presidenta Evelin Maciel, os conselheiros Rosane Bertoti, Akemi Nitahara e Mário Augusto. Florence Poznaski representou o FNDC, Sérgio Miletto, como indicado para o conselho no processo de renovação que estava em curso, Terezinha Vicente, da Ciranda, Camila Ribeiro, historiadora, Cristian Shroeder (Universidade de Luxemburgo – Alemanha) e Rita Mauricio Przygodda, assistente social com experiência com audiovisual.
A reunião teve inicio com a participação do Conselho em uma homenagem à Marielle Franco feita no Salão Nobre da reitoria da UFBA, com apresentação do Madrigal da Universidade e participação de vários reitores.

Aberta oficialmente na Sala dos Conselhos da reitoria, a reunião do Conselho Curador têve início com a decisão de interromper os trabalhos às 10h30 para participação em Ato Público no Fórum Social Mundial, em protesto contra a execução de Marielle Franco e seu motorista no Rio de Janeiro.

A reunião teve início com informes da sessão anterior, e a preocupação com o papel da comunicação pública das universidades, que precisa sair em defesa da democracia e das próprias universidades. A mesa de 14 de março, no Salão Nobre da Reitoria da UFBA, convocada em conjunto pela UFBA e Conselho Curador da EBC, organizada juntamente com a Rede Mulher e Mídia e o Fórum Mundial de Mídia Livre, ocorreu.  em diálogo com a sociedade civil, com a participação do FNDC, além de reitores da UFRJ, UFFS e da própria UFBA.

Também houve informação sobre o interesse da Uneb de integrar um grupo de trabalho sobre universidade e comunicação pública e de lançar um curso de  comunicação pública.

A reunião teve prosseguimentos com a discussão sobre o domínio a ser adotado para a página de memória e resistência do Conselho. Ficou decidido que será conselhocuradorebc.

Tratamos da necessidade de definição de um estratégia de fortalecimento das empresas públicas regionais, por sugestão de Florence Poznaski, e da criação de uma rede de comunicação das universidades para a comunicação pública, proposta no dia anterior em mesa do FSM dirigida pelo reitor da UFBA, João Carlos Salles
Aprovamos o posicionamento do conselho em repúdio à demissão do jornalista que publicou matéria na Agencia Brasil sobre o racionamento em São Paulo e a não cobertura do FSM.
Decidimos denunciar o ataque ao conceito de comunicação pública realizado pela atual diretoria da EBC e a censura ao desfile das campeãs no Rio de Janeiro.
Decidimos sugerir a criação de uma agência de notícias das universidades.
Reconhecemos a importância de agendarmos já uma próxima reunião do Conselho, com tempo para providencias de passagens.
DESCRIÇÃO INICIAL DO SEMINÁRIO iNTERLOCUÇÕES

A universidade pública tem sido alvo particular no processo de desmonte da vida democrática brasileira. A canalização de recursos de Estado para um setor emancipatório da sociedade não se coaduna com os projetos autocráticos em curso no País.
Os meios de comunicação no Brasil claramente se alinham à política agressiva de retirada de direitos e ao discurso privatista. Baseados em modelos mercadológicos, esses meios poderosos de informação e entretenimento não asseguram espaço ao pensamento crítico, investigativo, criativo que aproxima academia e sociedade, e que é urgente e necessário para dar saídas à crise institucional e de valores em que o país se embrenhou.
A universidade pública é também detentora de instrumentos de comunicação pública para promover esse
debate para além das fronteiras acadêmicas. Esse papel ganha especial importância no momento em que a
comunicação pública brasileira está também sob desmonte, pelas mesmas motivações do rebaixamento do
senso comum.
Ao restabelecer a democracia em 1988, a Constituinte Brasileira procurou dar equilibrio à cena da
comunicação inserindo a regra da complementaridade, que não toca no setor privado, mas abre igual
espaço para a comunicação pública, não tutelada por outros interesses que não os da sociedade.
Um esforço de ocupação desse espaço foi feito a partir da criação da Empresa Brasil de Comunicaçãp
(EBC), sob controle social (Conselho Curador a partir de consulta pública) e de seu papel de articular
uma rede de comunicação pública entre emissoras de rádio e TV não comerciais, abarcando as TVs
Educativas e mídias acadêmicas em diferentes parcerias.
Aos nove anos de vida, esse projeto foi desmontado nas primeiras horas após o impeachment da
presidenta Dilma Rousseff, por meio de medida provisória que retirou os instrumentos de autonomia e
controle social da EBC.
A mesa Interlocuções – Universidade, sociedade, pensamento crítico e a comunicação estratégica, propõe
o diálogo entre universidades, seus setores de pesquisa e produção da comunicação com representantes da
sociedade civil envolvidaa no debate e defesa da comunicação pública, especialmente lideranças que
vivenciaram a construção, o projeto e o desmonte da EBC.
Neste debate, nos defrontaremos com uma questão central: qual o papel das mídias e setores da
comunicação das universidades no momento em que a democracia sofre solavancos?
E em termos concretos, tentaremos responder: Como fortalecer um projeto de comunicação estratégica
para irmanar as universidades e sociedade na promoção do debate e da reflexão publica?

Data/hora
Date(s) - 15/03/2018
09:00 - 12:00 .

الملف الشخصي


Contato

Deixe uma mensagem e etornaremos o mais rápido possível. You can send us an email and we'll get back to you, asap./puede enviarnos un correo electrónico y nos comunicaremos con usted lo antes posible./vous pouvez nous envoyer un email et nous reviendrons vers vous, dès que possible.

Sending
Select your currency
BRL ريال برازيلي

Log in with your credentials

or    

Forgot your details?

Create Account