Foto divulgação

A manhã no Fórum Social 2018, começou a todo vapor com a abertura dos trabalhos nas tendas do Campus Ondina. Às 9h, no espaço Brasil que o Povo Quer – Tenda Márcio Aurélio Garcia, espaço criado para recolher contatos de movimentos e coletivos no Mapeamento: movimentos e pautas políticas das periferias, com finalidade de dar visibilidade às reivindicações e pautas defendidas por organizações e coletivos da periferia, foi lançada a plataforma O Brasil que o Povo Negro Quer.

Durante toda a programação semanal da tenda a Fundação Perseu Abramo, organizadora das atividades no espaço, vai colher assinaturas de apoio ao manifesto “Eleições sem Lula é Fraude”, documento que, segundo os organizadores, conta com a adesão de mais de 240 mil pessoas entre ativistas, artistas, acadêmicos, sindicalistas e cidadãs e cidadãos do Brasil e do mundo.

COMBATE AO RACISMO E À DESIGUALDADE, UMA UNANIMIDADE

A mesa composta para o debate era bastante heterogênea, os convidados, Mediados por Martvs das Chagas, secretário Nacional de Combate ao Racismo do PT, formavam um mosaico tão diversificado quanto a própria formação do povo brasileiro.

Se de um lado da mesa se encontrava o profofessor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Kabengele Munanga, na outra ponta estava Flávio Renegado, raper e compositor de Belo Horizonte. Ainda na mesa as presenças de Fábya Reis, secretária de estado da Promoção da Igualdade Racial do Governo da Bahia e a secretária Nacional de Combate ao Racismo da CUT, Maria Júlia Nougueira.

Apesar da variedade de formações e áreas de atuações dos convidados, dentre tantas convergências discursivas, uma fala soava mais alto durante a exposição de todos: a urgente necessidade de o Brasi se voltar para o debate das questões raciais e ampliação do combate ao racismo e à desigualdade racial.

Através da demonstração de dados a respeito dos investimentos da SEPROMI no combate ao racismo, Fabya Reis destacou a importância do estado da Bahia no combate às desigualdades raciais. Fato que, segundo a secretária, se deve em grande parte à atuação e luta das mulheres negras do estado.

O artista Renegado frisou em sua fala a importância da manutenção e ampliação das cotas para a inclusão do povo preto na esfrera da representatividade social brasileira. Segundo o músico esse não é o melhor caminho, visto que é limitado, “mas ainda é o melhor que temos”, concluiu.

Maria Julia Nougueira, aumentando o tom de voz durante sua fala, falou da importância de se resguardar a democracia em momentos tão delicados quanto o que vivemos; e que eleições sem a presença do candidato do PT, Lula, seria um duro golpe contra a mesma.

A secretária de combate ao racismo da CUT também lembrou aos presentes sobre a comemoração da Década Internacional Afrodescendente e concluiu ratificando que acreditava que a principal forma de combater o racismo e a desiguladade no Brasil seria o investimento na edução, esta seria plena e de qualidade à medida em que se melhorasse a formação do educadores, já que muitos deles são racistas.

Já o professor da USP, Munanga, para tentar explicar o “racismo à brasileira” e o “falso mito da democracia racial”, iniciou sua fala através da exposição de uma linha histórica a respeito do racismo no Brasil. Segundo ele a lei Aúrea foi uma medida incompleta, que marginalizou o povo negro. O acadêmico encerrou sua fala, como todos os outros, ratificando a necessidade e importância da luta no combate ao racismo e à desigualdade braasileira.

Comunicação Compartilhada FSM 2018

Ugo Soares

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Contato

Deixe uma mensagem e etornaremos o mais rápido possível. You can send us an email and we'll get back to you, asap./puede enviarnos un correo electrónico y nos comunicaremos con usted lo antes posible./vous pouvez nous envoyer un email et nous reviendrons vers vous, dès que possible.

Enviando
Select your currency
BRL Real brasileiro
EUR Euro

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account